Berlim

Roteiro de Berlim a Amsterdã

Veja dicas de um roteiro de Berlim a Amsterdã (nos Países Baixos). Esse trajeto é muito pesquisado pelos turistas que vão para a Europa e por isso, vamos sugerir um roteirinho para que aproveite ao máximo tanto Berlim quanto Amsterdã.

Roteiro de Berlim a Amsterdã

E se você está planejando viajar para lá, não deixe de conferir também as dicas imperdíveis de como economizar muito em Berlim e na Alemanha. São dicas muito boas, que valem a pena, e vão fazer você economizar muito em todo o planejamento da viagem e quando estiver lá. Agora veja tudo sobre um roteiro de Berlim a Amsterdã.

O que levar em consideração antes da viagem?

Quando se pensa em fazer um roteiro por mais de uma cidade (e neste caso, duas cidades de 2 países diferentes e com certa distância entre elas), devemos levar em consideração alguns detalhes antes:

Número de dias: o número de dias que você possui para fazer o roteiro por Berlim e Amsterdã é muito importante para saber – além de quantos dias ficar em cada cidade – que pontos turísticos e passeios fazer em cada uma delas e quais outras cidades dá para encaixar no caminho.

Orçamento: o orçamento também é importante pois isso influencia como as viagens são feitas (ônibus, trem, aluguel de carro ou avião). Por exemplo: as viagens de ônibus e trem são normalmente as mais baratas, porém, as mais longas também. Já indo de carro, compensa um pouco mais (principalmente se for com mais gente) e o avião é a opção mais rápida, porém, nem sempre a mais barata!

Distância: são 661 km entre Berlim e Amsterdã.

661 km entre Berlim e Amsterdã

Banner-Gabr
  • A vantagem dessa viagem é que os dois países são vizinhos e por isso você pode transitar livremente por eles. Lembre-se que se for de avião (e não tiver cidadania europeia) terá de novamente mostrar passaporte e passar na imigração holandesa.
  • Leia a matéria como ir de Berlim a Amsterdã com todas as opções de meios de transporte, para que você avalie os prós e contras de cada.

Como ir de Berlim a Amsterdã

Roteiro de Berlim a Amsterdã: 6 dias

Como o número de dias de roteiro vai variar de leitor para leitor (e levando em conta os detalhes que mencionamos acima), vamos sugerir um roteiro de 6 dias para visitar as duas cidades. Dessa forma, pode adaptar para mais dias ou para menos. A nossa sugestão de dias mínimos ficaria: 3 dias em Berlim e 3 dias em Amsterdã.

1º dia de roteiro: primeiro dia em Berlim

Comece pela estação de trem de Berlim, a Hauptbahnhof, ou como indica nas placas, Berlim Hbf. Essa estação tem uma arquitetura impressionante, a qual levou onze anos para ser construída e foi finalizada em 2006 para a Copa do Mundo da Alemanha. Vale a pena conhecer, pois é a maior estação de trem da Europa. Depois, passeie pela ponte do Rio Spree em sentido ao Parlamento Alemão, chamado de Reichstag.

Vista da cidade de Berlim

O Palácio de Reichstag é o prédio que abriga o parlamento alemão e uma das atrações turísticas mais visitadas de Berlim. Esse edifício foi projetado por Paul Wallot e é uma deslumbrante obra arquitetônica em estilo neo-renascentista, com dimensões enormes e que impressionam os turistas. Vale ressaltar que o Palácio do Reichstag é associado com importantes momentos da história da Alemanha. A cúpula e o terraço desse ponto turístico podem ser visitados de graça, mas é preciso agendar no site com, pelo menos, dois dias de antecedência.

Palácio do Reichstag em Berlim

À tarde, visite o Memorial do Holocausto, conhecido como Holocaust Mahnmal. É um memorial com vários blocos de concreto, o qual foi criado em homenagem aos judeus que foram mortos na Europa (mais de seis milhões) na época do nazismo. O Memorial do Holocausto recebeu várias propostas de como seria construído, mas quem ganhou esse processo foi o americano Peter Eisenman, que finalizou o projeto somente em 2004.

Memorial do Holocausto em Berlim

Esse memorial fica localizado na região central de Berlim, ao lado do Portão de Brandemburgo. A entrada para o Memorial do Holocausto é gratuita, mas saiba que você pode contratar um audioguia e ter maiores explicações de todas as salas de visitação, sendo cobrado 4€ por este serviço.

2º dia de roteiro: segundo dia em Berlim

Localizado no fim da avenida Unter den Linden, o Portão de Brandemburgo foi construído em 1791, o qual tinha como principal finalidade dar acesso direto ao rei do palácio real até o seu jardim, sendo este chamado de “Tiergarten”.

Portão de Brandemburgo em Berlim

Quando o Muro de Berlim foi erguido, já no século XX, este portão ficou isolado por quase 30 anos pelo lado oriental, o qual era dominado pela União Soviética. Este é um monumento tão importante da cidade de Berlim que já serviu de passarela para desfiles das tropas de Napoleão até nazistas. Atualmente, o Portão de Brandemburgo tornou-se um símbolo de unificação e novos tempos na Alemanha.

Portão de Brandemburgo à noite em Berlim

À tarde, vá ao Muro de Berlim. Esse muro já foi derrubado e é considerado um dos marcos históricos mais importantes da Alemanha e do mundo. Uma parte do Muro de Berlim foi preservada e muitos turistas vão até lá para tirar fotos e relembrar um pouco da história, que marcou a guerra mundial.

Na região em que for conhecer o Muro de Berlim, verá cerca de 2km desse muro que estão erguidos por lá em bom estado. Esse espaço tornou-se uma galeria de arte, onde artistas de diferentes partes do mundo fizeram incríveis grafites ao longo do muro mais famoso do planeta. Outra curiosidade dessa região é que todas as pessoas que visitam a East Side Gallery deixam a sua marca e escrevem em um pedacinho do Muro de Berlim.

Muro de Berlim

3º dia de roteiro: terceiro dia em Berlim

O Tiergarten é o segundo maior parque de Berlim e possui mais de dois quilômetros quadrados. Essa atração está localizada na região central da cidade, e vai desde o Potdsdamer Platz Berlim até o Portão de Brandemburgo. Vale ressaltar que esse é um parque muito visitado por turistas e moradores, pois possui uma grande quantidade de área verde, jardins de flores e paisagens lindas para descansar e relaxar. Sem dúvidas, é um lugar bem legal para quem gosta de caminhar, andar de bicicleta ou correr.

Parque Tiergarten em Berlim

Depois, visite a Ilha dos Museus, que é uma ilha onde ficam cinco museus. Cada um deles tem um foco e conta uma parte da história e da cultura de Berlim e da Alemanha. Por lá, você encontra uma quantidade enorme de obras, documentos e objetos para conhecer. A ilha abriga: o Museu Pergamon, Museu Bode, Museu Antigo, Museu Novo e a Antiga Galeria Nacional.

Depois, calcule o melhor horário para deixar Berlim, pois ainda precisará encarar uma viagem (se for de carro), de cerca de 6h.

Ilha dos Museus de Berlim

4º dia de roteiro: quarto dia em Amsterdã

Não há nada melhor para começar seu primeiro dia em Amsterdã do que fazer um passeio de barco pelos canais. Por lá, existem diversas opções de passeios para praticamente todos os canais da cidade, sendo que você pode até fazer um que seja próximo ao seu hotel. É uma forma bem divertida e típica para conhecer Amsterdã. O legal é que você consegue observar as construções, pontos turísticos e moradias da região.

Canal em Amsterdã

À tarde,vá ao Rijksmuseum em Amsterdã, que é o Museu Nacional da Holanda, além de um dos mais importantes de todo o país. Ele é enorme e guarda uma coleção de obras de arte de pintores como Rembrandt e Jan Steen, além de vários outros artistas do século 17. Esse museu é bem grande e você consegue passar toda uma tarde lá, se quiser conhecer tudo com calma. O tempo de duração desse passeio depende do quanto você se dedicará a observar cada obra, mas saiba que todas são muito interessantes e possuem suas peculiaridades.

  • Esse museu fica em um lugar chamado Praça dos Museus em Amsterdã, onde estão também o Museu Van Gogh e o Stedelijk. Como esse local é bem famoso e turístico, neste primeiro dia é legal você também fazer um tour por lá. Mas caso prefira dedicar bastante tempo a cada museu, é possível passear apenas pelo Rijksmuseum e voltar para conhecer os outros.

Praça dos Museus em Amsterdã

5º dia de roteiro: quinto dia em Amsterdã

O bairro Jordaan em Amsterdã é um dos mais legais da cidade. A melhor forma de conhecê-lo é andando, por isso saia com calçados confortáveis nesse segundo dia. Outra ideia legal é alugar uma bicicleta, um dos principais meios de transporte dos holandeses. Você pode alugá-la por apenas algumas horas, de manhã, enquanto estiver pelo Jordaan.

Por lá, dá para ir às 9 Straatjes, nove ruas, um lugar bem famoso para fazer compras em Amsterdã. Nessa localidade, você pode ir a um dos restaurantes ou cafés da região e fazer uma boa refeição por ali.

Bairro Jordaan em Amsterdã

A Casa da Anne Frank em Amsterdã é um dos museus e lugares turísticos mais importantes na capital holandesa. Ela também está no bairro Jordaan, então ficará fácil chegar até lá depois da sua manhã na localidade.

O local foi a casa onde Anne Frank e sua família moraram ao longo da Segunda Guerra Mundial, quando a menina ficou famosa por escrever seus diários. Seus cômodos e boa parte dos objetos estão intactos e expostos aos visitantes. Você também pode ir à livraria e ao café que ficam lá dentro, no fim do seu passeio.

Casa de Anne Frank em Amsterdã

É quase impossível ir para a Holanda e não passar pelo Red Light District em Amsterdã. Ao contrário do que muita gente pensa, esse local é visitado por todos os tipos de turistas, desde famílias, casais e até grupos de amigos. Porém, durante a noite o público por lá se restringe mais aos adultos.

As casas noturnas bombam, além dos coffee shops e alguns bares. O legal de lá é ir andando, enquanto vê os lugares e entra naqueles onde você se sente mais à vontade. Saiba que é estritamente proibido tirar fotos das mulheres nas vitrines e infringir essa regra pode trazer problemas seríssimos, como multas e punições.

Red Light District em Amsterdã

6º dia de roteiro: sexto dia em Amsterdã

Inicie a última manhã do seu roteiro de 3 dias em Amsterdã no Bloemenmarkt, o Mercado flutuante das flores em Amsterdã, que fica sobre o Canal Singel. Ele é simplesmente incrível e encanta os turistas de todas as nacionalidades que o visitam. Esse lugar é um mercado que vende flores de todos os tipos, além de ter também lojas de lembrancinhas e souvenirs bem legais de Amsterdã, ideais para levar de presente para quem ficou no Brasil.

  • Se você estiver viajando no inverno, pode repensar esse passeio, mas na primavera, verão e até outono, ele é essencial.

Mercado flutuante das flores em Amsterdã

A Praça Dam em Amsterdã é um dos pontos turísticos mais famosos da cidade. É lá onde estão o Palácio Real e o Museu Madame Tussauds. Se você viajar no inverno e não for ao mercado das flores ou se preferir uma atração mais cultural, então pode optar por um ou até os dois museus. O Palácio Real é aberto ao público para visitação e tem uma bela arquitetura. Já o Madame Tussauds em Amsterdã é o famoso museu das réplicas de personalidades feitas de cera.

Praça Dam em Amsterdã

Muitos turistas passam pela região sem saber que ali existe uma filial do famoso museu Madame Tussauds, mas caso tenha tempo, não deixe de incluí-lo em seu roteiro. pois é um passeio bem divertido. É impressionante a riqueza de detalhes dos bonecos, sendo que muitos deles realmente parecem exatamente com o homenageado. Além dessas grandes atrações, a praça Dam possui diversos bares, restaurantes e lojas em sua volta.

Tulipas na Praça Dam em Amsterdã

Caso vá à Praça Dam durante a manhã, ou se preferir um outro tipo de passeio, a nossa dica é fazer o tour pela Heineken Experience em Amsterdã. Essa atração é uma visita a uma fábrica da Heineken, onde é possível conferir todos os processos de fabricação da bebida, que têm mais de 150 anos de existência.

  • O passeio demora em média uma hora e meia, sendo que boa parte dele ocorre com os turistas em pé ou caminhando. Menores de 18 anos só entram ali acompanhados, já que envolve degustação de cervejas da famosa marca.

Onde ficar em Amsterdã?

A zona turística desta cidade não é tão grande e as atrações ficam bem concentradas. Dentro dessa localidade, existem também outros bairros bem legais, que vamos mostrar abaixo no mapa. Mas a melhor região para se hospedar é a área central, pois você aproveitará ainda mais o tempo e os pontos turísticos de Amsterdã.

  • Como essa cidade e os hotéis não são tão grandes, recomendamos que faça sua reserva com antecedência, pois os melhores locais e os mais baratos se esgotam rapidamente nas altas temporadas.

Legenda do mapa abaixo:
1 – Jordaan
2 – Grachtengordel
3 – Centro e Luz Vermelha
4 – De Pijp
5 – Museumplein e Vondelpark

Mapa dos bairros de Amsterdã

Se quiser ver melhor onde é essa região e quais os hotéis que ficam por lá, clique aqui que abrirá um mapa que montamos mostrando todos os hotéis dentro dessa região que é excelente. Já colocamos como filtro para só mostrar hotéis com nota 8 para cima, o que vai garantir uma excelente hospedagem. Aí é só colocar a data da viagem para ver os preços e escolher o seu. Ficando dentro dessa linha laranja que mostra no mapa, não tem erro.

Mapa da área central de Amsterdã

Outras dicas em Berlim e Amsterdã:

Não esqueça o seguro viagem obrigatório para Europa

Agora que você já sabe tudo sobre um roteiro de Berlim a Amsterdã, uma dica importantíssima que reforçamos para todos que estão planejando ir à qualquer país da Europa é que não se esqueça que fazer um Seguro Viagem Internacional é obrigatório para viajar para lá. Veja nossa matéria de Seguro Viagem para Europa com tudo o que você precisa saber sobre o assunto, quais são os melhores seguros e dicas para fazer um excelente seguro por um preço incrível economizando muito.

Dica para usar o celular à vontade na Europa

Poder usar seu celular em Berlim, na Alemanha, na Europa e em qualquer outro lugar do mundo é ótimo, pois ele acaba sendo muito útil. Você pode usar os aplicativos dos pontos turísticos, parques e museus de Berlim que são ótimos, os aplicativos de cupons de desconto, se for alugar um carro você economiza uns 100 euros por não precisar alugar um GPS pois poderá usar o do celular.

  • Pode pesquisar os endereços e horários dos lugares, ver a previsão do tempo para se planejar para os passeios e lógico ficar conectado com todo mundo através de aplicativos e postar suas fotos da viagem à Alemanha nas redes sociais.

Se quiser, veja nossas dicas de como usar o celular à vontade na Europa. É super barato e você vai poder usar seu celular o dia inteiro e em qualquer lugar. E usando a internet do seu celular você poderá pesquisar tudo sobre um roteiro de Berlim a Amsterdã quando estiver lá.

Berlim

Dicas para aproveitar melhor sua viagem a Berlim

Agora que você já viu tudo sobre um roteiro de Berlim a Amsterdã, uma dica legal e que faz a diferença na viagem à Berlim é escolher bem a localização do seu hotel e se hospedar perto das atrações turísticas. A cidade é grande e ficando bem localizado você vai aproveitar muito mais e gastar muito menos tempo e dinheiro se deslocando até os lugares.

Se quiser, veja nossa matéria de onde ficar em Berlim, que lá tem as dicas das melhores regiões para se hospedar e também de como conseguir um ótimo hotel por um preço excelente (e achar hotéis excelentes em promoção nessas regiões que são super disputadas). Vale a pena caprichar na reserva do hotel em Berlim.

Berlim

Uma dica legal é que os pontos turísticos, outlets e algumas cidades vizinhas são um pouco afastadas, e alugar um carro em Berlim é um ótimo negócio. E a Alemanha é linda para ser explorada de carro e além de ter muito mais facilidade para conhecer os pontos turísticos da própria cidade, você pode fazer a bela viagem até Munique, Frankfurt, Bruxelas ou Amsterdã.

Além das estradas serem lindas, super seguras e das cidades que ficam no meio serem vilarejos bem legais de conhecer, na Alemanha estão as famosas Autobahns, que são as estradas que não tem limite de velocidade e quem gosta de dirigir pode ter uma experiência incrível. Se quiser, veja nossa matéria de aluguel de carros em Berlim e na Alemanha com tudo o que você precisa saber sobre o assunto, dicas incríveis e comparadores de preços excelentes para economizar muito alugando um ótimo carro.

Dica para comprar os ingressos mais baratos

Uma outra dica é comprar todos os ingressos das atrações e excursões com antecedência, pela Internet. O valor é sempre mais barato do que comprar na hora, você não pega filas e já viaja com tudo planejado. Nós sempre pesquisamos bastante, e indicamos esse site de ingressos. É um dos maiores do mundo e super confiável. Tem todos os passeios e excursões da Alemanha, sempre com preços excelentes.

Veja outras matérias imperdíveis de Berlim:

O que fazer em Berlim: Principais atrações, passeios e lugares de Berlim.
Ingressos de Berlim mais baratos: Onde comprar os ingressos das atrações turísticas.
Dicas para andar de trem na Europa: Melhores empresas, trajetos, onde comprar passagens super baratas e todas as dicas.

Tags:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *